Google+

Qualquer coisa é possível na China mas nada é fácil

Não existe atalho para o sucesso quando se trabalha com parceiros de negocios chineses. A China é um país em que tudo é possível – mas nada é fácil. Entender a cultura dos negócios, conseguir envolver intimamente suas áreas de negócio e as operações de fabricação na China e dominar os detalhes são essenciais para o sucesso.

1. Cultura de negócios: Encare o diferente

Negócios na China são baseados em relações – ao contrário dos Estados Unidos onde os negócios são baseados e focados na economia. Isso não significa que a economia não seja importante. 

Isso significa que colaborar intimamente com um parceiro chinês, como um dono de fábrica, nos detalhes de um modelo de negócio favorável as duas partes não acontecerá enquanto este parceiro chinês não te conhecer e confiar em você.

Outra dica importante é que você deverá estar preparado a gastar tempo para desenvolver uma relação pessoal com o dono da fábrica ou empresa.

Uma dica final: o estilo da conversa. Os ocidentais tendem a falar sem rodeios, procurando ser objetivos. O estilo de muitas pessoas de negócios na China é ser mais reservado em reuniões, sendo assim importante que você multiplique o número de reuniões para que você consiga as informações desejadas.

2. Faça o “ Comprometimento com o tempo”

As empresas que procuram produtos chineses podem controlar seu próprio destino se comprometerem-se a estabelecer e estimularem as relações. Não importa se você abra sua própria organização na China ou use outras empresas, é critico que os fabricantes chineses entendam que você está 100% a par em todos os níveis da sua empresa, principalmente nos níveis mais elevados. 

Se eles sentirem que você não está 100% na empresa, eles não manterão o mesmo alto nível de qualidade, segurança e performance necessária para evitar erros e atrasos. Isso custará dinheiro e um potencial dano ao seu projeto e a sua reputação.

3. Revise os detalhes com o seu parceiro

Os fabricantes chineses prestam mais atenção aos clientes que gastam mais tempo trabalhando juntamente com eles – seja em questões que vão desde a amostragem, a colocação da ordem de compra, planejamento e programação da produção, controle de qualidade e desempenho do transporte

4. Superação de problemas

Mesmo com todo a compreensão cultural, e o comprometimento financeiro e de tempo, existirão problemas a serem lidados. Relações de longo prazo e um dedicado grupo de fábricas parceiras são críticos para construir e manter uma operação de sucesso.

O mais importante é: seu comprometimento sincero em trabalhar respeitosamente com os fornecedores chineses em uma relação de confiança – não como apenas uma fonte disponível de trabalho de baixo custo – irá ajudá-lo a identificar e resolver seus problemas. Lembre-se, na China tudo é possível mas nada é fácil!

Redação: CBN